Carreira: o Normal, o Obrigatório e o Recomendável

Existem diferentes profissões, funções e cargos que compõe a carreira de uma pessoa. Em cada passo dado dentro dessa carreira o profissional pode decidir o caminho a seguir. Porém, existem alguns pontos em comum que toda pessoa que almeja um crescimento profissional deve seguir e, em se tratando de aviação, algumas habilidades devem se sobressair na hora de apresentar um currículo. Vamos citar aqui algumas dessas qualificações que são normais, algumas obrigatórias e outras recomendáveis para você se destacar na vida profissional:

  • Idiomas
    • Inglês [NORMAL/OBRIGATÓRIO]: há muito tempo deixou de ser um diferencial para se tornar normal, mas é obrigatório? Depende do cargo pretendido, em alguns casos que envolvem certas responsabilidades e convívio com pessoas estrangeiras é obrigatório. Para todos os outros diria que é recomendável saber no mínimo o básico para se comunicar sobre o seu dia-a-dia de trabalho (inglês técnico);
    • Espanhol [NORMAL/RECOMENDÁVEL]: o espanhol é uma língua muito difundida na aviação e, principalmente na América Latina, onde a similaridade com o português pode facilitar uma conversa. O chamado “portunhol” pode ser aceitável para alguns cargos e ser considerado Normal, mas a fala e escrita com fluência é um diferencial.
    • Outros [RECOMENDÁVEL]: existem muitas línguas que são amplamente utilizadas na aviação por sua conexão com alguma indústria ou por grandeza de mercado, mas qualquer outra língua pode chamar a atenção para a oportunidade certa. Podemos citar o Francês, Alemão, Chinês e o Japonês com línguas que podem chamar a atenção em um currículo.
  • Graduação

    [OBRIGATÓRIO]: se você não é um empreendedor para ter sua própria empresa, ou uma longa carreira com habilidades adquiridas por experiência, a graduação é obrigatória em seu currículo. Muitas linhas aéreas já exigem curso superior para pilotos que tem sua formação específica pela ANAC e, não se deixe enganar por outras funções pois você estará concorrendo com pessoas que possuem graduação em seu currículo. Escolha uma graduação que tenha a ver com sua função ou pelo cargo que pretende alcançar.

  • Especialização
    • Pós-Graduação [NORMAL/RECOMENDÁVEL]: para quem almeja construir uma carreira a níveis de supervisão ou coordenação, esse deixou de ser um diferencial já há algum tempo. Mas se você está pretendendo crescer dentro de uma empresa ou está procurando uma oportunidade já pode considerar como recomendável.
    • MBA e Mestrado [NORMAL/RECOMENDÁVEL]: segue o mesmo conceito da pós-graduação, para alguns cargos e funções principalmente administrativas já se tornou normal. Porém, para aqueles que desejam o crescimento profissional é recomendável por, em muitos casos, você disputar a vaga com alguém que possui em seu currículo.
    • Doutorado [RECOMENDÁVEL]: apesar de ser algo não muito comum dentro do setor que envolve o transporte aéreo e apoio. A indústria aeronáutica tem a necessidade de especialistas em áreas muito específicas que os profissionais acadêmicos são absorvidos para desenvolver soluções inovadoras.
  • Certificação

    [OBRIGATÓRIO]: quando falamos em aviação, falamos em regulação, falamos de processos, falamos de certificações. Tudo o que envolve aviação tem uma certificação específica, acredite! Você pode não ter sentido a necessidade ou nunca ter ouvido falar, mas existe uma certificação para seu setor de trabalho. As agências reguladoras e associações do setor, como a ANAC, ICAO, IATA, ACI e ALTA; oferecem diversos treinamentos com certificações específicas para cada função. Além disso, outras entidades de ensino oferecem também cursos desenvolvidos para a qualificação profissional, alguns também possuem certificação pelas agências reguladoras. Enfim, se você deseja entrar na aviação ou desenvolver sua carreira dentro do setor, você vai precisar de certificações para alcançar aquela função tão sonhada.

Vale lembrar que nenhuma dessas habilidades citadas acima terá efeito a longo prazo se o profissional não se comprometer com a empresa e a sua equipe de trabalho. Existem pessoas que conseguem uma oportunidade dentro de uma boa empresa, mas para alcançar a longevidade e o sucesso dentro de uma empresa é necessário muito esforço e bom relacionamento. As oportunidades surgem, mas o sucesso vem no longo prazo.

 

Sobre o autor:
Francisco Mendes é Consultor Aeronáutico com atuação nas áreas  admistrativas, planejamento e expansão de mercado.  Atende empresas da indústria aeronáutica e transporte aéreo. Profissional com mais de 14 anos de experiência no setor de leasing, comercialização, expansão e manutenção de frota em mais de 26 países. Conta com várias empresas conhecidas mundialmente em sua lista de clientes e parceiros, dentre elas: Acia Aero Capital, Aerway Leasing, Avianca Brasil, Azul Linhas Aéreas, Banco Daycoval, Banco Safra, Bradesco, CSA MRO, Enaer, Força Aérea Brasileira, IAS, JetSmart, Latam Group, Peniel Aerospace, Polícia Federal do Brasil, Satena Aérolinea, Sideral Linhas Aéreas, Sterna Linhas Aéreas, Voepass Linhas Aéreas, Total Linhas Aéreas, Universal Turbine Parts, Vertical de Aviación, entre outras.
Francisco é CEO da AirTalent e Mendeson Aviation, brasileiro, casado com Thais Pordeus Mendes e é pai da Luiza (3) e do Francisco Neto (2).

Deixe um Comentário