Estudo revela a demanda mundial de 27.000 novos pilotos em 2021

Segundo relatório divulgado recentemente pela empresa canadense especializada no treinamento de tripulantes CAE, Inc., a aviação mundial prevê a necessidade da formação de mais de 27.000 pilotos em 2021 para atender a demanda mundial apesar da crise causada pelo coranavírus.

O estudo contempla uma projeção para os próximos 10 anos e conta com a expertise da empresa fundada em 1947 que já passou por diversas crises ao longo da história, dentre elas: recuperação mundial após II Guerra Mundial, Guerra-Fria e o ataque terrorista de 11 de Setembro de 2001.

Apesar do presente momento em que se observa a redução nos números de pilotos ativos, a crescente demanda pelo comércio e turismo mundial mostra uma necessidade de mais de 264.000 pilotos para os próximos dez anos. Sendo que a Ásia se firma com quase um terço dessa necessidade com um aumento de 91.000 pilotos, seguido pelas Américas do Norte e Central combinadas com 65.000, Europa com 42.000; O Oriente-Médio com 25.000, a América do Sul com 16.000 e, por fim, a África com um crescimento de 4.000 postos.

Os indicadores preveêm que 219.000 pilotos servirão na Aviação Comercial e 45.000 a Aviação Executiva.

Tudo isso totaliza um número expressivo de quase meio milhão de pilotos ao final de 2029 com aproximadamente 489.000 pilotos ao redor do mundo, considerando um movimento de aproximadamente 21.000 pilotos da Aviação Executiva para as Linhas Aéreas.

A AirTalent reafirma seu compromisso com a aviação na divulgação de oportunidades de trabalhos e na oferta de Qualificação e Certificação de profissionais afim de contribuir para a retomada da Aviação Brasileira e Mundial.

 

  • Compartilhe esta postagem

Deixe um Comentário